Como evitar a corrosão de estruturas metálicas?

Início » Como evitar a corrosão de estruturas metálicas?
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

A corrosão é um tipo de deterioração que pode levar à destruição total ou parcial de uma superfície ou estrutura.

Apesar de associarmos este processo principalmente aos metais, esta também ocorre noutro tipo de materiais, como as cerâmicas.

Tenha em atenção o surgimento de processos corrosivos, especialmente em estruturas metálicas, já que a sua deterioração pode comprometer todo um projeto.

No artigo de hoje explicamos um pouco mais sobre os tipos de corrosão em metais e como evitar o seu aparecimento.

Corrosão: Conheça os principais tipos e como evitá-los

As estruturas metálicas são amplamente utilizadas, especialmente no segmento da construção civil.

É importante que os projetos deem especial atenção à manutenção das propriedades destes metais, bem como à sua durabilidade.

Neste sentido, devem considerar-se os diferentes processos corrosivos que podem acometer uma estrutura metálica e como evitar o seu surgimento.

De seguida, explicamos quais são os principais tipos de processos corrosivos observados nos metais.

1 – Tipos de corrosão

O processo de corrosão pode ocorrer em razão da presença de diferentes fatores e elementos. Conheça os principais tipos:

Corrosão uniforme

Costuma ser comum e facilmente controlável, caracterizando-se por uma camada visível de óxido de ferro na superfície da estrutura.

Este tipo de processo corrosivo ocorre pela exposição direta do aço carbono a um ambiente agressivo e à falta de um sistema protetor.

Corrosão por lixiviação

Já este processo é caracterizado pela formação de lâminas de material oxidado, que se espalham por baixo da estrutura de metal até camadas mais profundas.

Para combatê-lo, normalmente, é feito um tratamento térmico.

Corrosão galvânica

Este tipo de corrosão ocorre devido à formação de uma pilha eletrolítica quando utilizados metais diferentes.

As peças metálicas podem comportar-se como eletrodos e promover os efeitos químicos de oxidação e redução.

Corrosão Erosão

É possível encontrar este problema em locais que contenham esgotos em movimento, despejo de produtos químicos de indústrias ou ação direta de água do mar.

Ela pode ser diminuída por revestimentos resistentes ao meio agressivo e materiais resistentes à corrosão.

Corrosão sobre tensão

Resultado da soma de tensão de tração e um meio corrosivo. Essa tensão pode ser proveniente de soldadura, tratamento térmico e cargas.

Ao longo do tempo surgem microfissuras que podem levar ao rompimento repentino da peça, antes de sequer ter conhecimento do problema.

Corrosão por pontos

De difícil deteção numa fase inicial, pois na superfície a degradação é pequena se comparada à profundidade que pode atingir.

Este tipo de corrosão gera perfurações em peças sem uma perda notável de massa e peso da estrutura.

2 – Como evitar o surgimento de processos corrosivos?

A presença de corrosão em estruturas metálicas pode comprometer a durabilidade do metal e de todo o projeto em si.

Além disso, quando ocorre a deterioração de elementos estruturais, cria-se um grave problema de segurança, uma vez que toda a estrutura pode ruir.

Por isso, é importante considerar algumas medidas de prevenção, como as que mencionamos de seguida. São elas:

Galvanização

Aplicar camadas de zinco no aço protege contra oxidação, este processo é conhecido como galvanização e utiliza imersão a quente ou zincagem eletrolítica.

Revestimento Orgânico (ou mecânico)

A impermeabilização mecânica funciona como uma barreira entre elementos ambientais e a estrutura de metal.

Existem vários tipos de materiais usados para revestimento mecânico, sendo a pintura orgânica um dos métodos mais utilizados.

Revestimento Eletrostático

Neste método, o pó eletrostático é utilizado para revestir o metal, criando uma barreira que impede a corrosão.

Arranhões ou lascas podem causar a corrosão em metais. Por isso, o pó eletrostático é aplicado e exposto ao calor, formando assim a camada protetora.

Manutenção preventiva

O passo mais importante para evitar este problema é a manutenção das peças. Ela é necessária para garantir que a camada protetora ainda está a agir e o metal está em boas condições.

Percebe como a corrosão pode ser prejudicial? Esteja atento a estes fatores sempre que realizar um projeto com estruturas em metal.