Tudo aquilo que precisa saber sobre a chapa estampada

Início » Tudo aquilo que precisa saber sobre a chapa estampada
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Os metais precisam ser moldados nos mais diversos formatos para que tenham uma aplicação funcional na indústria. A chapa estampada é um dos processos que possibilitam essa moldagem do material.

No artigo de hoje vamos explicar como é feita uma chapa metálica, e quais os benefícios associados a este processo de transformação mecânica.

Chapa estampada: Como funciona o processo de fabricação?

Quando há a necessidade da adequação de uma chapa de metal a determinada forma, poderá ser moldada. Isso acontece através de um processo designado por estamparia de metais.

Em termos simples, a estamparia consiste no processo em que chapas planas de metal são precisamente moldadas numa prensa de estampagem.

As prensas são capazes de produzir peças com duas, ou até três dimensões, tendo por base técnica a estampagem, corte e conformação.

No momento da operação a peça deve ser inserida num molde específico. Depois é pressionada por um martelo, que tem como função formatar o metal sob condições de pressão intensa.

Para que a peça adquira o design esperado é preciso que as chapas passem por um processo de conformação mecânica. Este processo é utilizado na fabricação de peças de aço carbono, aço inox, alumínio e cobre.

Basicamente, as etapas necessárias para a fabricação da chapa são:

  1. Corte
  2. Dobramento e embutimento
  3. Estampagem profunda
  4. Prensagem

Após a estampagem, o produto final costuma passar por outros processos secundários. Um deles é a galvanização, que garante maior resistência contra a corrosão e desgaste da peça.

Também podem ser aplicados tratamentos térmicos que aumentam a força e a durabilidade do produto. O processo evita a formação de rachaduras que podem comprometer a qualidade da peça.

Por fim, rebarbas afiadas são removidas pelo processo de rebarbação, que pode ser feito por qualquer abrasivo ou produto químico. 

Materiais utilizados e a aplicação da chapa estampada

Os materiais mais comuns da estamparia de metal incluem o aço, alumínio, zinco, níquel, titânio, latão, cobre e outras ligas metálicas.

A principal vantagem da produção da chapa metálica é o grande volume de peças que podem ser produzidas com precisão, rapidez e baixo custo. Mas quais seriam as aplicações desta técnica?

A estampagem do cobre e o bronze, pode ser utilizada para a fabricação de joias, acessórios de canalização ou dispositivos elétricos, por exemplo.

Já as chapas de aço podem-se transformar em componentes de automóveis, e utensílios domésticos, como panelas e frigideiras.

Há ainda a estampagem progressiva, através da qual se fabrica peças de menor porte, como objetos eletrónicos, ferramentas hospitalares, clipes de metal, molas, entre outros.

Quais as vantagens da chapa estampada?

Trabalhar com chapas estampadas representa uma ótima relação custo vs. benefício. Isto porque é possível produzir peças e materiais em larga escala, em comparação aos métodos tradicionais.

Inclusive, muitas peças feitas através de outros métodos de formação de metal, como fundição, forjamento e usinagem podem ser facilmente projetadas para passar também pelo método de estampagem de metal.

O resultado é um produto altamente resistente e moldado à precisão. Em suma, o processo de estampagem permite:

  • Reduzir o custo de fabricação por peça
  • Aplicar um processo de produção em larga escala
  • Excelente acabamento do produto
  • Durabilidade e resistência
  • Mínimo custo de controlo e qualidade

É importante destacar que para um resultado satisfatório, devem ser levados em consideração alguns aspetos. Entre eles estão, a composição química do metal, as propriedades mecânicas, espessura e especificações dimensionais.

Conhecendo os processos envolvidos na fabricação e algumas de suas aplicações, fica evidente a importância desta técnica nos mais diversos setores da indústria.

Portanto, para garantir a qualidade da chapa estampada, é preciso confiar numa metalúrgica que se mostre profissional e que disponha de tecnologia e credibilidade no mercado. No Metal Distendido reunimos todas estas características, por isso qualquer ajuda que precise entre em contacto connosco!