Tudo o que precisa de saber sobre a chapa galvanizada

Início » Tudo o que precisa de saber sobre a chapa galvanizada
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

A chapa galvanizada é uma tipologia de aço em chapa que passou por um processo denominado de galvanização.

Neste procedimento, a chapa recebe um revestimento feito com metais nobres para que tenha maior resistência quando comparado às chapas comuns.

Este material é utilizado em vários setores da indústria, devido à sua importância e versatilidade. Continue a leitura e descubra tudo o que precisa saber sobre esta chapa.

Chapa galvanizada: Conheça as principais características e aplicações

Este tipo de chapa tem se popularizado ao longo dos últimos anos. Além de ser um material versátil, apresenta diversos benefícios para quem a utiliza. Falamos essencialmente de durabilidade e resistência a intempéries climáticas.

O material recebe este nome por passar pela galvanização, processo que consiste na cobertura de um metal por outros mais nobres. Na maioria das vezes passa por este processo para evitar corrosão ou para fins elétricos.

A galvanização proporciona uma série de utilidades, nomeadamente:

  • Auxílio na soldagem
  • Aumento da dureza superficial
  • Resistência à temperatura
  • Diminuição do atrito

A resistência à corrosão das chapas galvanizadas é determinada pela camada de zinco, que é proporcional à espessura do revestimento.

Quanto mais espesso for o revestimento de zinco, maior será a durabilidade do material galvanizado. Com a galvanização, a chapa de aço torna-se cerca de 20 vezes mais resistente e duradoura do que uma chapa de aço comum.

Portanto, o processo de galvanização também garante que a chapa exija menos manutenção, uma vez que fica mais resistente e duradoura.

Esteticamente, é de aparência lisa e brilhante, que pode ser explorada tanto na forma natural quanto pintada, conforme as tipologias de acabamento. é importante frisar que o material tem ótima receptividade ao pigmento graças à sua textura.

Quais são as aplicações mais comuns da chapa galvanizada?

O uso desse tipo de chapa é recorrente nos setores agrícolas, para a produção de silos e equipamentos em geral. Na construção civil é usada para a fabricação de telhas, coberturas e laterais.

Ainda no setor da construção a aplicação é feita frequentemente em conjunto com outros materiais. Falamos essencialmente de concreto, drywall, madeira e vidros, o que oferece mais flexibilidade e diversidade às soluções entregues.

Pode ser usada para finalidades como:

  • Estrutura de ar condicionado
  • Proteção de sistemas de isolamento térmico
  • Fachadas
  • Fabricação de telhas, calhas e rufos
  • Diversas áreas da indústria automobilística

Entre as propriedades relevantes destacam-se: conforto térmico, resistência à corrosão e efeitos do sol e chuva, leveza do material e maleabilidade.

Também pode ser utilizada com um componente do isolamento acústico para salas de música. Pode evitar o vazamento do som e manter as qualidades sonoras no interior do ambiente.

Cuidados a ter com a chapa galvanizada

Apesar de apresentarem uma resistência e proteção diferenciadas, as chapas galvanizadas também precisam de cuidados.

É preciso armazenar adequadamente as peças até que sejam utilizadas e evitar o contacto com componentes alcalinos ou que contenham cobre ou chumbo.

Os elementos de ligação e montagem devem ser sempre específicos para o material, e preferencialmente adquiridos com o mesmo fornecedor.

Também é muito importante que a montagem das chapas galvanizadas seja realizada por um especialista.

Além disso, como no caso de qualquer material, deve-se assegurar de que está a adquirir o produto através de um fornecedor confiável e especialista no assunto. Assim consegue garantir a qualidade do material.

Cuidados como estes vão garantir que usufrui de todos os benefícios da chapa galvanizada, seja qual for a finalidade.